Infanticídio

by IMMORTUOS

/
1.
2.
(free) 03:24
3.
(free) 03:39
4.
(free) 03:47

credits

released February 2, 2012

tags

license

all rights reserved

about

IMMORTUOS Marília, Brazil

Formada em 2011 na cidade de Marília/São Paulo, os integrantes são Jabah Contardi: Guitarra e Vocal; Rogério Pereira: Baixo; João Moreira: Bateria. Em 2012 lançou o primeiro trabalho o demo intitulado Infanticídio com 4 músicas, divulgada em várias apresentações com grandes nome metal.Tem como objetivos contribuir para o fortalecimento do metal do interior e discussão da temática proposta. ... more

contact / help

Contact IMMORTUOS

Streaming and
Download help

Track Name: Regurgitação Visceral
A liberdade já escravizou você

Morte lenta quase não dá pra perceber

A brisa passa desgraça te abraça

Mas agora o que fazer?

Você pode dizer não

Pra erva, pra pedra e para o pó

Você pode dizer não

Ou seu fim será muito pior

Cachimba a pedra, mescla ela, mais um trago para anestesiar a dor da alma cansada de sofrer

Faz o corpo, faz a mente, arma a cilada pra te pegar, pra te ferrar mais uma vez

Perde o sentido, o prazer, ferra todo mundo ao seu redor, não dá pra ajudar

Desce a rampa para o inferno, onde a fumaça asperge a verdade e te relaxa para o abate.

Você pode dizer não

Pra erva, pra pedra e para o pó

Você pode dizer não

Ou seu fim será muito pior

Não, não
Track Name: Livre Arbítrio
Despreze as flores, colha os espinhos
Faça a escolha errada, morra sozinho
A flecha lançada não volta atrás.

Diga o que quer, esteja pronto para ouvir
O que plantar, saiba o que colherá
Sua ação, gera a reação

Deixar para trás tudo que não vale a pena
E então acreditar que a vida não é só um dilema
Viver em paz é a certeza de que tudo aqui um dia passar
Está em suas mãos como esteve em minhas mãos escolher

Morte, vida
Guerra ou paz.
Track Name: Infantícidio
Sou um sonhador do tempo

Em que os filhos enterravam seus pais

Vivendo em meio ao sofrimento

Lutando por um momento de paz

Talvez eu seja apenas mais um tolo

Que insiste em fechar os olhos e sonhar,

Mas não sou fã de hipocrisia

A verdade esta na cara é só encarar

Violência, estupro, medo, terror

Drogas, prostituição, fome, dor

Escravidão, abandono, pedofilia, rancor

Em uma cultura onde a vida não tem valor

Jogada pela janela do sexto andar

Arrastado por um carro até a morte

Fuzilados por um fanático na escola

Degolada num ritual satânico

Infanticídio

Sei que não vou mudar o mundo, mas

Ninguém pode me impedir de acreditar

Tenho três bons motivos que me levem a tentar

Ensinar a criança no caminho que

Deve andar e até o fim da vida

Não se desviará
Track Name: Sangue nos Olhos
Muito trampo, pouca grana
Dia ruim, correria
Nada de novo, embaixo do sol
Um dia bom não cairia mal
Dou a cara para bater, sempre pronto para revidar

Sangue nos olhos
Encaro o inimigo
Sangue nos olhos
Esmago o leão

Entro no ringue, vale tudo é a vida
Parto para cima, sem medo de errar
Não sou do tipo que curto arrumar briga
Mas se estou dentro não vou arregar
As vezes caio, levanto e sigo o round
A vida não vai me levar

Quero que meus filhos se orgulhem
Do que digo, do que faço e do que creio
A vida é curta, não dá tempo para vacilar
A minha hora um dia vai chegar
Não é meu estilo sentar e esperar
Mas se bater de frente

Sangue nos olhos
Encaro o inimigo
Sangue nos olhos
Esmago o leão